Última hora: Manchester city banido das competições europeias pela UEFA

News

A EUFA divulgou nesta sexta-feira que o Manchester City está banido de todas as competições europeias nas próximas duas temporadas.

A UEFA considerou que o Manchester City quebrou as regras do ‘Fair Play Financeiro’, mediante patrocínios ilegais entre os anos 2012 e 2016.

O organismo de controle financeiro da UEFA acusa o clube inglês de não ter colaborado com as investigações, o que parece ter agravado a pena.

Em um comunicado, a UEFA anuncia que o City será excluído da Champions das duas próximas temporadas (2020-21 e 2021-22). Além de ser multado em 30 milhões de euros.

O clube ainda pode recorer da decisão ao TAS.

Confira o comunicado da máxima entidada do futebol europeu:

“A UEFA toma nota da decisão da Câmara Adjudicatória independente do Organismo de Controle Financeiro de Clubes (CFCB), publicada hoje, que inclui o seguinte resumo de seu conteúdo e efeito a ser anunciado conforme exigido pelas Regras Processuais que regem o CFCB:

“Após uma audiência realizada em 22 de janeiro de 2020, a Câmara Adjudicatória do Organismo de Controle Financeiro de Clubes da UEFA (CFCB), presidida por José da Cunha Rodrigues, notificou hoje o Manchester City Football Club da decisão final sobre o caso encaminhado pelo CFCB Investigador Chefe.

A Câmara Adjudicatória, tendo considerado todas as evidências, constatou que o Manchester City Football Club cometeu violações graves dos Regulamentos de Licenciamento de Clube e Jogo Financeiro da UEFA, exagerando sua receita de patrocínio em suas contas e nas informações de equilíbrio enviadas à UEFA entre 2012 e 2016.

A Câmara Adjudicatória também constatou que, em violação dos regulamentos, o Clube não cooperou na investigação deste caso pelo CFCB.

Não deixe de ver:  Crocodilos matam duas crianças e “deixam um adulto sem nádega” em Moamba

A Câmara Adjudicatória impôs medidas disciplinares ao Manchester City Football Club, determinando que ele seja excluído da participação nas competições da UEFA nas próximas duas temporadas (ou seja, nas temporadas 2020/21 e 2021/22) e pagará umamulta de € 30 milhões .

A decisão da Câmara Adjudicatória está sujeita a recurso ao Tribunal de Arbitragem do Esporte (TAS). Se o Manchester City Football Club exercer esse direito, a decisão completa e fundamentada da Câmara Adjudicatória não será publicada antes da publicação do prêmio final pelo TAS. ”

Conforme observado pela Câmara Adjudicatória, o clube tem o direito de apelar desta decisão ao Tribunal de Arbitragem do Esporte. Por conseguinte, a UEFA não vai comentar mais sobre esta decisão nesta fase.”

 

BeSoccer

Related posts

Pr. Nyusi vai a Rússia para a busca de apoio para melhorar a segurança contra Nhongo e sua Junta Militar

Mário StifLer

Professor Doutor encontrado morto após desperecimento

Mário StifLer

Sonhou abrindo um banco comercial e acordou esquentando o Banco dos reus nos EUA – Shopstick

Daycon Frans

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Está bem Ver Mais