Situação controlada do Coronavírus na China mata 242 pessoas em menos de 24 horas

News

A China voltou a ficar desiludida com a situação do coronavírus no país. Um dia depois de as autoridades chinesas terem anunciado a fraqueza do coronavírus através da redução de novos casos, eis que a pneumonia viral matou na quarta-feira pelo menos 242 pessoas em Hubei, contra os 97 mortos que haviam sido registados na terça-feira.

Este é o maior número de vítimas mortais registado em menos de 24 horas, desde que o novo coronavírus foi pela primeira vez detectado nos finais de Dezembro do ano passado. Em geral, mais de 1 350 pessoas já morreram na China continental, sobretudo, em Hubei, cuja capital Wuhan foi o epicentro do vírus.

Dos infectados, contam-se cerca de 60 mil vítimas, das quais 14 850 foram registadas esta quinta-feira, após aplicação dum novo método de diagnóstico que inclui scan dos pulmões. A agressividade do coronavírus é acompanhada de demissão dos líderes seniores da província chinesa de Hubei.

Para conter o novo coronavírus denominado COVID-19, cientistas de todo o mundo encontram-se reunidos em Genebra, onde o director-geral da OMS declarou o COVID-19 o inimigo público número 1 e pior que o terrorismo.

Mais de 44 casos novos foram detectados no navio do cruzeiro atracado em Japão com 3 700 pessoas a bordo, elevando o número para 219 pessoas infectadas.

Não deixe de ver:  Moçambique é uma das terras mais férteis para o coronavirús dar-se bem

Related posts

Únicas provas de Guebuza são as de ter tirado nota mais alta no Liceu

Mário StifLer

Manuel de Araujo quebra postura da RENAMO e participa na cerimônia do dia dos “Herois da FRELIMO”

Daycon Frans

Detida madrasta que amarrava no saco o seu enteado diariamente

Mário StifLer

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Está bem Ver Mais