Governo de Inhambane nega a ocorrência de Xenofobia na Sasol

Sasol
News

Governo de Inhambane garante que não há xenofobia na Sasol

 

Na sequência dos ataques xenófobos que tem lugar na África do Sul, começaram a circular nas redes sociais, vídeos que davam conta da existência do mesmo fenômeno a ser perpetrado por trabalhadores moçambicanos na Multinacional Sasol em Inhambane contra cidadãos de nacionalidade sul-africana que trabalham naquela empresa em Temane.

O Director Provincial dos Recursos Minerais e Energia, Salomão Mujui, afirma não haver nenhuma manifestação na empresa Multinacional Sasol, em retaliação aos violentos actos xenófobos contra a comunidade estrangeira na África do Sul.

Mujoi diz serem falsas as informações postas nas redes sociais sustentadas por um vídeo que na verdade retrata uma situação vivida naquela empresa em 2015, que entretanto não envolveu violência e que foi prontamente controlada depois de negociações com os trabalhadores.

O director Provincial de Recursos Minerais e Energia em Inhambane, pede calma aos moçambicanos e defende que a população nunca deve retaliar os actos xenófobos da África do Sul.

Related posts

Rosário Fernandes escreve uma carta explicando o seu pedido de demissão no INE

Mário StifLer

Dívidas ocultas: Ex-banqueiro do Credit Suisse admite ter recebido milhões

Daycon Frans

«Os motoristas e cobradores são indisciplinados» Calisto Cossa

Mário StifLer

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Está bem Ver Mais